NotíciasNenhum comentário

Personagem se despediu de Bran no quarto episódio da penúltima temporada da série

 

No meio de tantos reencontros na sétima temporada Game of Thrones, o quarto episódio trouxe também uma despedida: Bran Stark (Isaac Hempstead-Wright) e Meera Reed (Ellie Kendrick) seguiram, depois de muito tempo juntos, caminhos diferentes. A herdeira Reed acompanhou o jovem warg em sua jornada pelo Norte, atravessou a Muralha, viu seu irmão mais novo ser morto diante de mortos-vivos, e protegeu Bran durante toda a trajetória de volta à Winterfell. Quando os dois, enfim, chegaram à casa ancestral Stark, Meera avisou que voltaria para sua própria casa, deixando o companheiro de longa data sob os cuidados de seus familiares.

A despedida não foi das mais animadas – Meera disse a Bran que ele claramente não precisava mais dela para sua proteção e o novo Corvo de Três Olhos apenas concordou, agradecendo friamente pela ajuda prestada pela jovem durante todas as adversidades que enfrentaram juntos. No episódio, a partida de Meera rumo à casa de sua família acabou sendo ofuscada pela cena seguinte, que mostrava o esperado retorno de Arya Stark (Maisie Williams) a Winterfell. Contudo, é interessante lembrar o que Meera se tornou na série – e no potencial que ela tem para desempenhar um papel ainda mais importante na história.

Meera é filha de Howland Reed, um dos vassalos mais fiéis da Casa Stark. Em suas primeiras aparições, ela aparentava ser apenas a irmã mais velha de Jojen (Thomas Sangster), que fica em destaque por conta de seus poderes. O rapaz tinha as chamadas visões verdes, nome dado para sonhos proféticos, e deu o pontapé inicial na jornada de Bran para se tornar o Corvo de Três Olhos – Meera parecia apenas uma guarda-costas dos rapazes, assim como Osha (Natalia Tena) foi por muito tempo. Contudo, a jovem acabou sendo a única sobrevivente da missão de Bran e pode ser através dela que algumas pontas soltas da série serão amarradas.

É esperado que Bran tenha uma participação extremamente ativa no processo de Jon Snow (Kit Harington) ter acesso às suas verdadeiras origens. O jovem Stark teve, no fim da sexta temporada, a visão do nascimento de Jon, revelando que seu irmão mais velho não é um bastardo de Ned Stark (Sean Bean), mas sim sobrinho dele, filho de Lyanna Stark (Aisling Franciosi) com Rhaegar Targaryen, o irmão mais velho de Daenerys (Emilia Clarke). Ainda que Bran saiba disso e que, após revelar a informação, Jon acredite em suas palavras, as visões do jovem warg não são suficientes para provar a ascendência do rapaz perante todo o reino – e é exatamente aí que entra Meera Reed.

Na visão de Bran, vemos Ned Stark (Robert Aramayo, na versão jovem) chegando na Torre da Alegria acompanhado de cinco homens, entre eles, Howland Reed (Leo Woodruff). A fortaleza está sendo guardada por dois cavaleiros, sendo um deles o experiente Arthur Dayne (Luke Roberts). No confronto, todos acabam morrendo, com exceção de Ned e Howland – o segundo, ferido, salvou Ned de uma forma desonrosa: apunhalando Dayne pelas costas. No fim das contas, ele é a única testemunha ainda viva de quem realmente é Jon Snow e, desde o fim desse conflito, o lorde nunca mais saiu da fortaleza dos Reed, Atalaia da Água Cinzenta, localizada nos pântanos do Gargalo.

Com Bran de volta à Winterfell, todas as peças precisam estar perfeitamente posicionadas para provar que Jon é também um Targaryen – são poucos episódios até o final da série, então é preciso facilitar que alguns mistérios sejam resolvidos. A revelação de Bran deverá vir junto da confirmação disso através do pai de Meera Reed e da legitimação oficial disso, provavelmente nas mãos de Sam (John Bradley-West). No terceiro capítulo, o melhor amigo de Jon Snow foi punido com a tarefa ingrata de passar a limpo uma pilha de pergaminhos velhos na Cidadela por ter ajudado Jorah (Iain Glen) com o escamagris, mesmo tendo sido orientado a não fazer nada. Muita gente especula que, no meio desses documentos, estará um hipotético papel legitimando a união entre Lyanna e Rhaegar, garantindo, enfim, que Jon Snow possa usufruir de direitos Targaryen.

Existe ainda outra teoria que aumenta expressivamente a importância de Meera na trama. Segundo especulações, Meera não seria apenas herdeira do guardião do segredo sobre a origem de Jon Snow, mas sim parte desse segredo. Algumas pessoas acreditam que, como a visão de Bran não mostra o momento em que Ned levou Jon Snow embora da torre, ela teria sido interrompida sem revelar tudo que aconteceu ali. A teoria diz que, na verdade, Rhaegar e Lyanna tiveram gêmeos: um deles foi criado por Ned como Jon Snow, a outra criança foi levada por Howland Reed e foi criada como Meera Reed. A teoria ganhou força, principalmente, pelas diferenças físicas na série entre Meera e Jojen e pelas semelhanças entre a herdeira Reed e Jon Snow.

Contudo, vale lembrar que essas semelhanças são muito mais claras na série que nos livros – na obra original de George R.R. Martin, enquanto Jon Snow tem olhos cinzentos escuros, Meera tem olhos verdes, assim como seu irmão. Por enquanto, levando em conta a forma como a história ligou os personagens, é extremamente provável que Meera volte à trama como uma peça importante na história de Jon Snow em função do seu pai. Caso isso se confirme, talvez amenize a despedida fria de Bran – o Corvo de Três Olhos certamente já sabia que seus destinos voltariam a se cruzar mais adiante. Game of Thrones é exibida no Brasil pela HBO. O próximo episódio da sétima temporada vai ao ar em 13 de agosto, às 22h.

Seja o primeiro a postar um comentário.

Adicionar um comentário